O projeto Organização Soberana tem buscado construir junto com a APRUMPAR e parceiros de novas oportunidades de mercado. A equipe do projeto tem realizado discussões relacionadas a possibilidades de ampliar o horizonte de entregas de alimentos, realizadas pela APRUMPAR. No entanto foi diagnosticado junto aos associados e extensionistas da EMATER a necessidade de qualificar o serviço relacionado aos programas de aquisição de alimentos, para posteriormente realizar a ampliação dos canais de comercialização.

Durante a assembleia geral ordinária da associação, foi elencado a necessidade de construir um novo espaço para o recebimento e acomodação dos alimentos, com espaços que separem os produtos in-natura dos produto agroindustrializados.

Outro elemento a ser aperfeiçoado é a triagem e logística dos alimentos, visto que no último ano sumiram cerca de 300 caixas plásticas de seus associados. Deste modo, durante o ano de 2016, os associados adotarão como meta, o aperfeiçoamento deste canal de comercialização consolidado, para posteriormente consolidar novos canais de comercialização.

Assim, além de construir um novo barracão para recebimento dos alimentos, serão adotadas novas práticas, na seleção dos produtos a serem entregues, maior rigorosidade na pesagem dos produtos e alto controle na utilização das caixas plásticas.

O ano de 2016 será um ano de reorganização, todavia, os associados visualizaram como positivo a possibilidade de participar do Programa de Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) entregando alimentos em municípios vizinhos. Neste ano o plano de comercialização da APRUMPAR buscará ampliar a entrega de alimentos para Matinhos, município vizinho.

Publicado em Organização Soberana
%PM, %19 %837 %2015 %19:%Nov

Paranaguá recebe reunião do CORDRAP

No período da tarde do dia 19 de novembro, ocorreu no município de Paranaguá, mais uma reunião do Conselho Territorial de Desenvolvimento da Agricultura, Pesca e Artesanato do Litoral Paranaense. A reunião foi organizada em conjunto com uma reunião dos secretários municipais de agricultura e meio ambiente, devido uma mobilização para que os municípios do litoral sejam incluídos na política de regularização fundiária, organizada pelo Governo Estadual. Como encaminhamento deste tema, será organizado uma carta conjunta dos 7 municípios, anexado uma cópia do Plano Territorial de Desenvolvimento do CORDRAP, juntamente com o certificado expedido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, de reconhecimento do Litoral do Paraná como um dos Territórios da Cidadania. Posteriormente o presidente do CORDRAP iniciou os trabalhos relatando sobre a necessidade de se realizar um processo de formação de novos conselheiros à nível dos municípios e realizar uma assembleia geral do CORDRAP, onde na ocasião será organizado novo processo eleitoral, afim de renovar a comissão executiva do CORDRAP. O presidente reforçou que já está há duas gestões na presidência e seu principal objetivo foi contribuir para o reconhecimento do Litoral do Paraná enquanto um território da cidadania. Dando sequencia o secretário de agricultura e pesca de Guaratuba Sr. Paulo Pina, repassou aos presentes a situação da solicitação expedida pelo CORDRAP e encaminhada ao Ministério Público para a realização de uma Audiência Pública relacionada à pesca (milhas marítimas, conceito de pesca artesanal, licenças ambientais, etc) e que será agendada nova conversa com o SR. procurador geral da república. Posteriormente foi discutido e apresentado algumas linhas de ação constantes no Plano de Desenvolvimento Territorial do CORDRAP que estão em andamento. Foi avaliado que é necessário dar visibilidades a estas ações e uma das estratégias é a criação de um site para o colegiado. O extensionista da EMATER Haroldo, solicitou a equipe da Motirõ que verificassem a possibilidade de construir um site. Osni comenta que pode iniciar a construção da página e a equipe da Motirõ se responsabiliza em inserir algumas informações sobre o colegiado, no entanto durante o próximo ano, deve ser melhor avaliado, quem se responsabilizará a atualizar as informações no site, de modo que mais pessoas possam se apropriar desta ferramenta. Osni comenta que o site www.cordrap.orgestará disponível na semana seguinte. 

Publicado em Organização Soberana

A Caminhada na Natureza Circuito Serra da Prata em Paranaguá ocorreu no dia 26 de Julho, nas Colônias Rurais do município e contou com a participação de 604 caminhantes inscritos. Segue aqui o site disponibilizado para informar e inscrever os participantes: http://circuitoserradaprata.com.br/

As atividades iniciaram a partir das 7h30min com a realização do credenciamento e a partir das 8h foi disponibilizado o café da manhã, com valor de 8 reais por pessoa, no barracão da Igreja Católica da Colônia Maria Luíza, de onde, também, ocorreu a largada da caminhada às 9h. Na área externa do barracão também havia produtores vendendo produtos locais em barracas. Cerca de 270 cafés da manhã foram servidos. Após o café de manhã foi realizado um aquecimento com os participantes.

No caminho os participantes puderam conhecer as propriedades e os produtos oferecidos por elas, como pães, bolos, bolachas, queijos, picolés, sucos, além de observar a fauna e flora e conhecer uma das cachoeiras mais belas da região. No percurso havia três barracas da organização para carimbar a carteirinha de cada participante.

A volta dos primeiros participantes deu-se aproximadamente ao meio dia, horário em que passou a ser servido o almoço, com valor de 20 reais, no barracão da Igreja. Cerca de 270 almoços foram servidos.

Representantes de institucionais parceiras que ajudaram a organizar a caminhada, como Emater, Funtur, Funcul, Sesc, Anda Brasil, PNSHL, também estiveram presentes.

Equipes de TV e jornais locais estiveram registrando o evento, seguem alguns links com notícias publicadas:

TVCI – Paranaguá: https://www.youtube.com/watch?v=g_6fmGGQOvY

RIC TV – Paraná: http://pr.ricmais.com.br/ric-rural/videos/grupo-faz-caminhada-para-conhecer-as-belezas-da-serra-do-mar/

 

Em resumo, a caminhada na natureza foi um sucesso tanto para os caminhantes que puderam conhecer um pouco mais das belezas do litoral do Paraná, quanto para os agricultores que puderam ter um acrécimento na renda e a conquista de novos clientes. Espera-se que em 2016 o evento traga mais surpresas ao caminhante. 

Publicado em Organização Soberana

No dia 21 de julho, no Sesc da Estradinha, no Município de Paranaguá, ocorreu a Conferência Regional de ATER. A Motirõ estava representada pelo coordenador do projeto Organização Soberana, o qual foi escolhido durante a conferência municipal de Ater realizada no município de Paranaguá. A conferência regional é precedida das conferências municipais onde, no caso do Litoral do Paraná, foram realizadas nos sete municípios da região. Durante o evento foram realizadas palestras sobre o histórico das instituições de Ater no Brasil e qual era a visão destas instituições sobre o trabalho e público atendido. No segundo período do evento a plenária foi dividida em sub-grupos de modo a debaterem sobre as propostas e estratégias de ATER para o Litoral. Posteriormente as redações foram lidas em plenária para aprovação e foram escolhidos os delegados regionais que irão representar o litoral na Conferência Estadual de ATER.

Publicado em Organização Soberana