Blog Sustentabilidade

Diálogos e debates

Eu estou novamente a caminho do Brasil, para o lançamento da versão em português de Legal! Otimismo – Realidade – Esperança. Durante a espera nos aeroportos, reli Nieuwe spijswetten. Over voedsel en verantwoordelijkheid [Novas leis alimentares. Sobre alimentação e responsabilidade], de Louise O. Fresco (1). Ela fala sobre “pensadores sombrios” e “aqueles que buscam a luz” que, junto com “as pessoas solidárias” se opõem – com justiça, mas às vezes de modo um tanto ingênuo e nostálgico – ao agronegócio internacional. Para o meu gosto, a autora é demasiado otimista sobre o uso e as perspectivas maravilhosas da agricultura industrial…
Inesperadamente, eu ganhei uma carona de 310 km, entre Teresina e Oeiras. Ou seja, da atual capital do Piauí para a primeira e ex-capital estadual, no início do século XVIII. A distância de 310 km equivale a cruzar a Bélgica, do litoral até Arlon. Aqui eles estão acostumados com tais distâncias. A Caritas Católica Piauí está realizando uma avaliação de um projeto relacionado com a seca extrema dos últimos anos no Semiárido. Então, é preciso ir até lá, mesmo que você tenha de viajar quase cinco horas.   “Euh”[1], eucalipto A viagem nos leva por um planalto e... vejam: pela…
No escritório Aefapi há um grande cartaz com fotos e objetivos. Reproduzo algumas das citações desse cartaz para apresentar as EFAs (Escolas Família Agrícola) e a Aefapi.   “A maravilhosa história das escolas é mais do que uma história de educação. É uma história que conecta as problemáticas ligadas ao mundo do campesino com suas dimensões ecológica, política, econômica, social, profissional e cultural.”   Princípios das EFAs: Formação integral. Projeto de vida profissional. Desenvolvimento no plano social, econômico, humano e político. Alternância: um método pedagógico adaptado. Inter-relações locais: pais, famílias, profissionais, instituições.   Desde o início, os agricultores definiram a…
As labaredas dos incêndios sobem alto no sul do Piauí. O governo dá as boas-vindas aos produtores de soja do Sul do Brasil. Na verdade, quase todos os governos neste país recepcionam com entusiasmo ardente a chegada da soja e do eucalipto. Para isso, fingem que não veem a expulsão de residentes locais e a queimada de reservas naturais. Estradas são construídas, ou melhor, asfaltadas em direção ao porto: para que os motores a diesel de caminhões possam transportar a riqueza da soja de forma mais eficiente – embora muitas estradas brasileiras estejam em condições lamentáveis, cheias de buracos provocados…
A grilagem de terras é um mal antigo. Nos tempos coloniais, as melhores terras na África, na Ásia e na América Latina foram reivindicadas para as culturas de que a Europa precisava: cana-de-açúcar, cacau, café, borracha etc... Será que, atualmente, é muito diferente? Agora não é só a Europa, mas também a China, a Índia, o Japão. Sim, agora o próprio Brasil participa na África. Geralmente o roubo ocorre em associação com multinacionais – às vezes, disfarçadas de ONGs para, na sequência, poder atuar plenamente como empresa.   Compre terras no Brasil por 0,50 euro/hectare Na década de 1960, intermediários…
O ano de 1973 foi o da primeira crise do petróleo e do grande “roubo de cereais” (1). Devido a quebras de safra no Vale do Mississipi (EUA), houve uma escassez súbita de soja, milho e trigo no mercado mundial. Coincidência ou não, foi nesse ano que surgiu a Embrapa (2). Isso foi 40 anos atrás, portanto, e não pudemos deixar de notá-la.   Ciência a serviço de qual modelo agrícola? A Embrapa é um pássaro com duas asas muito desiguais: uma asa gigante, a serviço do agronegócio, e uma pequena asa para apoiar a agricultura camponesa. Na edição de…
Há anos a Wervel fala do “Rei Carro” e do “Imperador Presunto”: os dois símbolos máximos da nossa sociedade ocidental. E com a explosão do tráfego aéreo internacional, talvez devêssemos acrescentar algum dia a “Rainha Aeronave”.   Símbolos ocidentais globalizados Os símbolos são agora democratizados e globalizados. Por ora, vamos nos ater ao carro. Além do fato de a fabricação de um carro consumir mais energia do que a que ele utilizará durante sua vida útil, ele é também – e principalmente – um devorador de recursos naturais. Tradicionalmente, esses recursos naturais são fornecidos pelo Hemisfério Sul para o Norte.…
Quem viaja pelo Brasil encontra mais e mais pessoas com problemas de obesidade. É uma verdadeira epidemia, não só nos Estados Unidos, mas também na China, na África e no Brasil. Ao longo dos anos, muitas foram as teorias para esclarecer o fenômeno. Uma que me parecia muito plausível é a relação entre o consumo excessivo de refrigerantes com xarope feito a partir do milho. Um americano de origem francesa, William Reymond, publicou um livro interessante sobre o assunto (1).   Obesogênico Uma nova e alarmante pesquisa vem de Bruce Blumberg, biólogo do desenvolvimento na Universidade da Califórnia, em Irvine,…
Por causa da busca por conquistas de Napoleão, a família real portuguesa fugiu no início do século XIX para o Rio de Janeiro. Navios britânicos providenciaram a partida e uma travessia segura. Por esse “serviço”, muito outro brasileiro fluiu para a Inglaterra.   Paris: Cidade das Luzes até no Brasil Ainda assim, no século XIX não havia ressentimento contra a França, a língua francesa e a cultura francesa. Pelo contrário, Paris era um farol para a elite brasileira. Francês era chique e também o idioma utilizado nas conversas, um pouco semelhante àquilo que acontecia no início do século XX, em…
“Os sete pecados sociais são: política sem princípios, riqueza sem trabalho, prazer sem consciência, conhecimento sem caráter, economia sem moralidade, ciência sem humanidade e culto sem devoção.” (Mahatma Gandhi) Depois da Segunda Guerra Mundial, a industrialização e a internacionalização da agricultura ocorreram à velocidade da luz. Ciclos naturais foram rompidos. A partir dessa época, tornou-se possível “praticar a agricultura” com pouquíssima terra (visível). Desde então, suínos e frangos são engordados na Europa Ocidental, principalmente “sem ocupação de terra”. A terra, a água e o petróleo vêm do exterior – na forma de soja para ração animal. Ração que se torna…
Recentemente, em Setembro de 2009, foi anunciada pela imprensa internacional e nacional o falecimento do Agrônomo, Geneticista e Melhorista Vegetal, Dr. Norman Borlaug, laureado Prêmio Nobel da Paz de 1970.  O Dr. Borlaug se notabilizou pelo movimento da Revolução Verde, que tanto impacto causou na agricultura de todo o mundo. O curioso é notar que quando da notícia, boa parte da imprensa e a Folha de São Paulo inclusive (FSP on line de 13/09/2009), anunciou os feitos do cientista, afirmando que entre as suas grandes contribuições, ou a grande contribuição teria sido o lançamento de “variedades de plantas com elevada resistência às pragas e…
RESUMO Este artigo defende a necessidade de se desenvolver ferramentas para Educação em Valores Humanos, que, além de permitir uma melhor leitura humanística das sociedades e pessoas, oferecem a oportunidade de identificar pontos fortes e limitações pessoais diante das várias profissões, disciplinas acadêmicas e profissionais funções. A hipótese é que, aqueles que aumentam os seus conhecimentos sobre a terminologia da área da psique, também começam a entender os comportamentos e temperamentos humanos, nos cenários interno e externo. A palavra da moda é "inovação", especialmente "inovação tecnológica" como fetiche da modernidade, geralmente comprometida com esquemas de marketing e pouco com as…